Pular para o conteúdo principal

Game of Thrones - s06x05 - The Door

Hodor. (Credit: HBO)

Mais um episódio intenso em Game of Thrones que faz com que a trama continue em um ritmo frenético. Há que se dizer que o final do episódio foi bem melancólico.



De início já vemos Sansa enfrentar Mindinho sobre seu casamento com Ramsay Bolton, deixando-o sem palavras. Mas é certo que este núcleo da trama já se encaminha para o clímax da temporada, que provavelmente será a Batalha dos Bastardos, uma vez que Sansa, Jon e os outros seguem em campanha para recrutar os vassalos ainda fiéis aos Starks.

Em Braavos Arya confronta seu passado ao ser envidada para matar uma atriz que está atuando em uma peça cômica sobre os eventos ocorridos na primeira temporada de GoT. Foi infeliz (ou talvez pertinente) que na peça Eddard fora retratado como um burro enquanto Cersei e Joffrei foram retratados como coitados. Ocorre que se considerarmos suas atitudes na primeira temporada, podemos até pensar que Eddard foi um tolo e um tanto inocente para com as maquinagens que se construíam a seu redor, ele não soube jogar o Game of Thrones e foi punido por isso.


Bran assiste a criação dos Caminhantes Brancos pelas mãos das Crianças da Floresta. É explicado que os caminhantes foram criados como uma forma de proteção contra os humanos. O tiro saiu pela culatra.

Nas Ilhas de Ferro, mesmo após um empolgante discurso de Yara e Theon, é Euron Greyjoy (discursando em como quer fazer neném com Daenaerys e dominar Westeros) quem ganha o Kingsmoot e enquanto este está sendo afogado (rito de passagem), os irmãos fogem com os navios.


Em Vaes Dothrak vemos uma sentida despedida entre Dany e Jorah, que revela ter sido contaminado por escamagris. Foi uma cena tocante, com uma atuação de Emilia que não via há algum tempo. Foi uma cena breve, porém cheia de significado.

Em Meereen Tyrion continua a politicagem dele. Como forma de influenciar a opinião da população, Tyrion decide dar um voto de confiança a uma sacerdotisa do Deus Vermelho, que logo se apresenta para ajudar pois acredita que Dany é a princesa prometida. Depois de Varys jogar na cara dela os erros de Melisandre, a sacerdotisa dá logo um chega pra lá nele contando fatos sobre sua vida, deixando-o sem palavras.

E o gran finale do episódio fica por conta de Bran e companhia. Já vimos no episódio passado que havia uma possibilidade dele interferir nos cenários que visitava, o que foi comprovado neste episódio. Após uma displicente visita aos Caminhantes Brancos, ele se deixa tocar pelo Rei entrega sua localização. O grupo é atacado e somente Meera e Bran escapam após o sacrifício de Hodor.
Hodor é a clara lição de que Bran não pode se deixar levar nas visões e que sua presença pode causar uma certa influência. Foi extremamente trágico o que aconteceu com Willas, que teve toda sua existência resumida a segurar uma porta (Hold the Door, Hodor). Ele não tinha nada a ver com a história, porém a conexão de Bran e a invasão dos caminhantes brancos fizeram que seu eu passado entrasse em colapso.

Foi um episódio marcante, super triste porém bem dinâmico. Mudou completamente a visão que tinha de Hodor, que deixou de ser um alívio cômico para um personagem trágico e herói.


Nota:




imagem: HBO



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Recebendo com charme (Queijo Camembert)

Às vezes nós queremos receber visitas em casa e queremos parecer um pouco mais...como dizer...refinados.
É claro que nem sempre temos tempo de planejar e comprar um banquete para receber aquela visita com charme. É por isso que pensando nisso decidi compartilhar uma de minhas dicas infalíveis, o queijo Camembert. Este "queijo branco mole", cujas características principais são a casca branca aveludada, o interior cremoso e aromas e sabores que lembra cogumelos é uma maravilha.
Com uma textura cremosa e sabor suave, o Camembert, além de delicioso, é super prático e fácil de preparar, levando apenas 10 minutos para ficar no ponto macio quase derretido.
Podemos servi-lo com mel ao final de uma refeição, como petisco com torradas etc.  
Essa maravilha ainda harmoniza com cervejas no estilo Lagers e Pale Ales, além de harmonizar bem com vinhos brancos e espumantes ou vinhos tintos mais leves.





Charlotte Royale - LOW CARB

Assisto Bake Off Brasil religiosamente. Todo sábado (e terça-feira no H&H) estou a frente da TV para ver as delícias (que não posso comer porque estou de dieta). Por isso quando tenho a oportunidade, tento adaptar a receita para que eu possa comer sem muita culpa (e com moderação). Dessa vez fui agraciada com a receita da Carol de Charlotte Royale e decidi fazer um experimento que deu muito certo!
É claro que não fica 100% igual, até porque é a primeira vez que faço uma Charlotte, mas fiquei feliz com o resultado. Basicamente o que eu fiz foi substituir alguns ingredientes da receita da Carol Fiorentino.

Detalhe: fiz meia receita (não queria desperdício caso não desse certo)





Para o pão de ló de chocolate, você vai precisar de:
- 3 ovos - 95 g de farinha de Coco* (A principal característica desse alimento é que ele mistura fibras com gorduras.) ou Oleaginosa. - 35 g de Cacau em pó - 75 g de Adoçante culinário - 75 ml de água - 1 colher de chá de fermento em pó
Como preparar:
Bata …

13 Reasons Why (Os Treze Porquês)

Aviso: Não é uma série indicada para todos. Devo aconselhar que pessoas com depressão e passando por problemas mentais não assistam em vista do momento delicado em que se encontram e em razão do tópico delicado que é o suicídio.

13 Reasons Why é uma série produzida por Selena Gomez, escrita pelo vencedor de um prêmio Pulitzer, Brian Yorkey e baseada no romance best seller de Jay Asher e tem como protagonistas Dylan Minnette e Katherine Langford.
Sinopse Após o suicídio de uma colega da escola, Hannah Baker, Clay encontra na porta de sua casa um misterioso pacote. Ao abri-lo, encontra várias fitas cassete e aos ouvir das gravações, se da conta de que estas estão sendo narradas por Hannah. Nas fitas, a garota descreve as 13 razões que a levaram ao suicídio e ainda menciona que Clay está em uma delas.
A série foi disponibilizada na íntegra pela Netflix no dia 31 de março de 2017.
Maratonei a série e me arrependi. Não porque não é boa, a verdade é que ela é excelente no que propõe, e aí e…